Domingo, 17 de Outubro de 2010

Grandes seguem em frente na Taça

SPORTING FOI QUEM TEVE A TAREFA MAIS COMPLICADA

 

TAÇA DE PORTUGAL - 3ª ELIMINATÓRIA

 

Sporting, Porto e Benfica cumpriram com a obrigação e ultrapassaram os respectivos adversários na terceira eliminatória da Taça de Portugal. O Sporting, o primeiro dos grandes, e um dos candidatos à vitória final, foi o primeiro a entrar em campo, e passou por algumas dificuldades na visita ao Estoril, onde venceu por 2-1, depois de ter ido para o intervalo em desvantagem. O Porto bateu no Dragão o Limianos por 4-1. Na Luz, o Benfica despachou o Arouca por 5-1.

 

ESTORIL - SPORTING

 

Como já se esperava, o técnico leonino, Paulo Sérgio, entregou a baliza ao alemão Hildebrand, que se estreou com a camisola do Sporting. Liedson começou mais uma vez, no banco, mas no segundo tempo mostrou-se decisivo, ao restabelecer a igualdade com um belo golo de cabeça - bem ao seu estilo. O Sporting entrou em campo de forma apática, e os primeiros 45 minutos pertenceram por completo à equipa da casa : o Estoril, que conseguiu ser uma equipa bem arrumada, pressionante e ganhou quase sempre os duelos nos um contra um. Aos 35 minutos a formação da Liga Orangina surpreendeu o seu opositor de bola parada. Alex Afonso, um dos muitos brasileiros, ganhou de cabeça e bateu o guarda-redes alemão. Golo muito consentido da parte do Sporting, visto que os defensores leoninos nem ao lance se fizeram. Em desvantagem Paulo Sérgio chamou Liedson (64), e este regressou aos golos. Postiga, aos 79, protagonizou a reviravolta no marcador.

 

PORTO - LIMIANOS

 

Walter, atacante brasileiro, uma das caras novas do Porto 10/11, foi lançado de início por André Villas-Boas e não desperdiçou a oportunidade e a confiança que depositaram nele, e mostrou serviço - apontou um " hat-trick ". Os adeptos não quiseram perder o jogo mais importante do emblema da terceira divisão e compareceram em massa no Dragão. Cerca de cinco mil adeptos do Limianos marcaram presença no terreno dos azuis-e-brancos. Foram nove, os minutos em que o Limianos conseguiu resistir ao poderio do líder da Liga principal no nosso futebol. Aos nove minutos, um defensivo, deu a oportunidade a Walter de abrir o marcador. Em cima do intervalo foi Varela a aumentar a vantagem, com muitas facilidades à mistura - mais uma vez. Aos 61 minutos, Walter aproveitou um ressalto na barreira e fez o segundo da sua conta pessoal - terceiro do porto. Pedro Tiba, aos 69 minutos, já com a equipa do Limianos reduzida da dez unidades, os visitantes empataram. Bom cruzamento na direita, para Pedro Tiba marcar de cabeça. Perto do final Walter fechou a contagem com um cabeceamento a cruzamento de Ukra na direita. Destaque para a exibição do guarda-redes do Limianos, que efectuou um par de boas intervenções, que curiosamente, chama-se Pedro Baía.

 

BENFICA - AROUCA

 

Com Óscar Cardozo (entre outros) impedido de dar o seu contributo à equipa por lesão, o marcador de serviço foi o brasileiro Alan Kardec que bisou diante do Arouca num triunfo expressivo por 5-1. Os primeiros vinte minutos foram de algum equilíbrio, com a equipa da Liga de Honra a deixar boas indicações. Aos 24 minutos Kardec começou a desenhar a vitória encarnada. Um cruzamento com conta, peso e medida por intermédio de Gaitán (o melhor em campo), permitiu ao ponta-de-lança canarinho corresponder com um golpe de cabeça mortífero. À passagem da meia-hora de jogo, Saviola aumentou para 2-0. Livre de Aimar, Kardec cabeceou ao poste, e saviola que estava bem posicionado fez o segundo golo da equipa de Jorge Jesus. Perto do intervalo Kardec voltou a marcar, mais uma vez de cabeça - de novo de bola parada. Agora na sequência de um pontapé-de-canto. Já na segunda parte, o Benfica continuou letal nos lances de bola parada, e desta vez foi Luisão quem apontou o quarto (66 minutos) da equipa da casa. O melhor tento da noite estava guardado para o final. Aos 86 minutos, Gaitán foi premiado com um golo pela sua bela exibição, e com uma jogada individual fechou a contagem. O Arouca ainda reduziu por Diogo, para não variar, de bola parada.

tags:

publicado por andre--- às 14:03
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.links

origem
Directorio de Blogs Portugueses
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
online
blogs SAPO

.subscrever feeds