Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

Vitória tremida e pouco convincente

ARBITRAGEM DE ELMANO FOI UM DESASTRE

 

LIGA ZON SAGRES - 13ª JORNADA

 

PORTO - SETÚBAL

 

O Final, foi impróprio para cardíacos ! Já nos descontos, Elmano Santos decidiu marcar (e mal) uma grande penalidade por falta de Fucile sobre Henrique. Jaílson bateu e fez golo, Elmano Santos, cheio de preciosismos, mandou repetir, alegando que ainda não tinha apitado e dado a consequente ordem para que a penalidade fosse batida. Na segunda tentativa, o jogador brasileiro atirou por cima do travessão de Helton. O Porto preservava assim a vantagem conseguida, ainda no primeiro tempo, por intermédio de Hulk, que de grande penalidade ( falta também ela inexistente sobre Falcao) fez o décimo segundo golo na competição, e o único do desafio. O Porto depois do empate de Alvalade regressava aos triunfos, e mantinha a vantagem de oito pontos para o segundo classificado, o Benfica.

 

No primeiro tempo, por falta de inspiração dos jogadores azuis-e-brancos, talvez cansaço, e também por mérito do Vitória de Manuel Fernandes que foi ao Dragão com a lição muito bem estudada, raramente o Porto conseguiu criar grandes situações para inaugurar o marcador. Além do penalty, o lance onde esteve mais perto de o conseguiu foi numa bola parada, cobrada de forma exemplar por Belluschi. Sem hipótese de defesa, Diego contou com a ajuda da barra da baliza, para travar o remate do argentino. O bom posicionamento e competência táctica dos sadinos impediu que o líder do campeonato conseguisse grandes ocasiões.

 

Na segunda parte em desvantagem e sem nada a perder, Manuel Fernandes decidiu arriscar mais, visto que no primeiro tempo o Setúbal foi sempre uma equipa defensiva, com demasiados jogadores atrás da linha da bola, e viu a sua equipa criar alguns problemas ao Porto. No outro lado via-se uma equipa desinspirada e que aos poucos foi acusando algum nervosismo. Manuel Fernandes acreditava que era possível chegar ao empate, e foi arriscando em termos tácticos. Por duas vezes o Setúbal cheirou o golo : aos 71 por Zeca, valeu Rolando com um grande corte. E já nos descontos, através de uma grande penalidade, que levou o técnico sadino a criticar o árbitro na " flash-interview.

tags:

publicado por andre--- às 16:35
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
Directorio de Blogs Portugueses
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
online
SAPO Blogs

.subscrever feeds