Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

Mão cheia

GOLEADA E PASSAGEM AOS QUARTOS-DE-FINAL

 

TAÇA DE PORTUGAL - OITAVOS-DE-FINAL

 

BENFICA - OLHANENSE

 

A partida mal tinha começado e já se falava bastante de um jogador do Olhanense - Jardel. O central canarinho viajou até à capital mas acabou por não jogar (abrindo espaço para Mexer, jogador que pertence aos quadros do Sporting. As partes envolvidas (Benfica, a Traffic, empresa que detinha o passe do jogador, e o Olhanense) acabaram por chegar a um acordo, e o jogador acabou por ficar fora da partida referente aos Oitavos-de-final da Taça de Portugal, em que o Benfica goleou o emblema algarvio por 5-0, com dois golos de Cardozo, além dos tentos de Saviola, Salvio e Luisão. O conjunto de Olhão não conseguiu ser tão competente como costuma ser a nível defensivo, e ao intervalo perdia por 3-0, e estava practicamente arredado da próxima ronda.

 

O triunfo do Benfica não merece obviamente, qualquer tipo de contestação, no entanto, pareceu-me um pouco exagerado. Pode-se dizer que a partida correu de feição à formação de Jorge Jesus, que aproveitou grande parte das ocasiões que criou. Acabou por ter um aproveitamento acima da média e conseguiu desse modo o resultado mais expressivo da época. Este foi, o segundo triunfo diante do Olhanense esta época na Luz. Ainda este mês, as equipas encontrar-se-ão pela terceira vez no mesmo recinto - a última será a contar para a Bwin Cup.

 

O Olhanense portou-se bem nos primeiros 45 minutos. Não discutiu o jogo pelo jogo com a formação encarnada, mas também não estacionou o autocarro em frente à sua baliza. Sempre que pôde tentou alvejar a baliza de Julio César, e conseguiu por algumas vezes colocar em perigo a baliza à guarda do guardião brasileiro. O conjunto de Daúto foi pouco agressivo, foi uma equipa demasiado macia, fez poucas faltas (o Benfica chegou a ter mais que o seu opositor) num largo período algo que também permitiu ao Benfica jogar a seu belo prazer e desenvolver o futebol que mais gosta. Com jogadores em grande forma como Saviola, o Benfica chegou-se rapidamente à frente. No segundo tempo, com receio da goleada, o Olhanense recuou, fechou-se lá atrás, soltou-se menos vez e raramente incomodou o último reduto do Benfica. Destaque para os dois (magníficos) golos do paraguaio Óscar Cardozo. 

tags:

publicado por andre--- às 17:33
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
Directorio de Blogs Portugueses
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
online
SAPO Blogs

.subscrever feeds