Sábado, 7 de Novembro de 2009

Terminou o ciclo de Paulo Bento

Fim de linha para Paulo Bento, que ontem, apresentou a sua demissão. A má campanha do Sporting na Liga Sagres, menos 12 pontos que o primeiro classificado e, o péssimo futebol que a equipa ia praticando, ditaram um desfecho mais que provável. Era uma questão de tempo, de resistência, que ontem confirmou : a saída de Paulo Bento. Que deixa assim o cargo de treinador do Sporting, mais de 4 anos depois. Curioso foi o facto de ter começado com um empate (Gil Vicente) e de ter saído depois de mais um empate (Ventspils). Afinal não era " forever ". Contrariando a ideia de José Eduardo Bettencourt. Após esta saída, as acções do clube subiram, dá que pensar.

 

Foi um registo claramente positivo do ex técnico dos leões. Que conquistou em Alvalade : Duas Taças de Portugal e duas Supertaças Cândido de Oliveira. Além dos três segundos lugares. Ainda conseguiu um apuramento para a segunda fase da Liga dos Campeões, algo que o clube nunca tinha conseguido. Só ficou mesmo a faltar, o objectivo principal : ter sido Campeão Nacional. De resto era impossível fazer melhor.

 

Durante estes quatro anos, o Sporting foi sem qualquer dúvida o segundo melhor clube Português. Gastando sempre menos que os rivais, terminou três vezes em segundo. Acabou por ser um trabalho extraordinário de Paulo Bento em Alvalade, se tivermos em conta os recursos financeiros que o clube dispôs nesse período de tempo. Dificilmente outro treinador teria conseguido fazer melhor que aquilo que foi feito. Bento sai sobre grande contestação, mas com a satisfação de ter realizado um belo trabalho, nesta sua passagem pela instituição. Disso, ninguém poderá duvidar.

 

Pelo meio, algumas polémicas. A insistência em Rui Patrício. Os casos Stojkovic e vukcevic. Os castigos a que foi sujeito por ter discordado de algumas arbitragens. Enfim, Paulo Bento, homem de carácter forte, nunca se deixou abalar por nada. Afirmou sempre tudo aquilo que achava e sentia. Foi sempre directo e objectivo. Mostrou ser alguém que tem ideias fixas. Manteve sempre o clube acima de qualquer outro interesse. Em certos momentos deixou no ar a ideia de estar pouco protegido. E sem qualquer tipo de apoio.

 

O grande erro de bento não foi ter ficado mais três meses no clube, como o próprio fez questão de afirmar, mas sim, não ter apostado noutro sistema de jogo, noutro modelo. Foi sempre demasiado teimoso, para admitir, que a equipa apresentava um futebol demasiado visto e previsível. Teria sido interessante ver a equipa a jogar de uma outra forma forma.

 

Apesar de ter surpreendido nos seus primeiros anos como técnico principal, continuo a achar que Paulo Bento chegou cedo de mais a um grande. É apenas uma opinião pessoal. E também sou da opinião que existe um ciclo para jogadores, treinadores e dirigentes. O ciclo de Paulo Bento estava no fim. Ainda assim, volto a dizer que ele ( Bento), saiu-se bem, na sua primeira experiência como treinador de uma equipa principal.

 

No meio de tudo isto, quem também cometeu o seu erro, foi José Eduardo Bettencourt. Com o célebre slogan " Paulo Bento forever ". Casos como o de Ferguson, Wenger ou Guy Roux, são casos raros nos dias que correm. Ao mínimo descalabro um treinador costuma ter os dias contados.

 

Acabou por ser um dia marcante para o futebol leonino. Além de ter perdido o seu treinador. Perdeu também o Directo Desportivo (Pedro Barbosa) e o Vice-Presidente (Miguel Ribeiro Telles). Dias conturbados nas hostes leoninas. 

tags:

publicado por andre--- às 14:53
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

Paródia à Portuguesa

O clássico ainda mexe, terminou há muito, mas como diz o ditado : já lá vai mas ainda dá que falar. Como seguidor do futebol Português, só posso dizer que é lamentável a atitude que Paulo Bento e o seu clube estão a ter para com o árbitro e a arbitragem do clássico do dragão. Técnico e clube estão a criar um circo mediático por iniciativa própria e, a alimentar uma polémica que por e simplesmente não faz qualquer sentido. Eu pessoalmente mostro-me bastante surpreendido com todas as críticas apontadas pelos responsáveis leoninos ao juiz da partida : Duarte Gomes.

 

Quem viu o jogo, sabe que a equipa de arbitragem não teve influência no resultado. Se tivesse tido, ainda se aceitava, neste caso é incompreensivel. Já se sabe que a arbitragem nacional sempre foi bastante problemática. No entanto, no sábado, não influênciounou o resultado. Em Portugal fala-se demasiado da arbitragem, não é só o Paulo Bento, qualquer treinador fala. No entanto, quer-me parecer que o treinador dos leões exagerou em demasia nos últimos dias. Não tenho nada contra ele, só acho que não há motivo para tanto alarido. O Sporting perdeu por causa das decisões do árbitro : não !!! Continua-se a crusificar tanto o árbitro e a arbitragem porquê ?!

tags:

publicado por andre--- às 17:36
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Terminou o ciclo de Paulo...

. Paródia à Portuguesa

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.links

origem
Directorio de Blogs Portugueses
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
online
blogs SAPO

.subscrever feeds