Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

Exibição de altíssimo nível

CAMPEÃ EUROPEIA E MUNDIAL VERGADA NA LUZ

 

JOGO DE CARÁCTER PARTICULAR

 

PORTUGAL - ESPANHA

 

Noite épica, memorável, soberba, categórica e histórica a roçar a perfeição de Portugal frente aos espanhóis. Uma clara demonstração de superioridade durante 90 minutos de futebol fantástico. Espanha atropelada pelo vendaval de futebol ofensivo da equipa de Paulo Bento, que está extremamente confiante, motivada e cem por cento vitoriosa. O jogo ficou ainda marcado pelo golo mal validado a Cristiano Ronaldo. E que golo - uma obra prima. A vitória podia ter sido ainda mais gorda e escandalosa para os " nuestros hermanos ", que vieram a Lisboa com os seus melhores jogadores.

 

Foi com uma exibição de " grande " nível que a selecção nacional bateu no Estádio da Luz (com pouco mais de meia casa), em jogo de carácter particular, que também serviu para promover a " candidatura ibérica " aos mundiais de 2018 e 2022, a campeã europeia e mundial Espanha por 4-0, com golos de Carlos Martins, Hélder Postiga (bisou e já leva três golos nos últimos três jogos pela equipa das quinas) e Hugo Almeida. Desde a década de 40 que os espanhóis não perdiam por 4-0. Paulo Bento alcançou a terceira vitória consecutiva como seleccionador.

 

Uma noite para recordar com enorme nostalgia. Não é todos os dias que se defronta a campeã da europa e do mundo e se ganha por 4-0, com uma exibição absolutamente soberba. Portugal foi sempre uma equipa rápida, precisa, objectiva e quase sempre perigosa. Em temos de eficácia esteve quase perfeita. A Espanha, conhecida pelo seu futebol atractivo, foi incapaz de contrariar o poderio português. Portugal iniciou e fechou o primeiro tempo no comando das operações, pelo meio houve uma certa supremacia espanhola, onde também podia ter chegado ao golo - Iniesta esteve perto de o conseguir, após uma excelente jogada individual.

 

O segundo tempo pertenceu quase por completo a Portugal. Vicente Del Bosque ainda tentou agitar a equipa com as alterações efectuadas no onze e no sistema de jogo - mudanças insuficientes. A noite era mesmo da nossa selecção. Exibições bem conseguidas de João Pereira, Raul Meireles, João Moutinho, Ronaldo e Postiga (saiu ao intervalo), num jogo que marcou o regresso de Bosingwa, ele que foi titular no lado esquerdo da defesa, colmatando assim a ausência de Fábio Coentrão. Portugal está bem, muito bem e recomenda-se. Com esta atitude estaremos no próximo europeu !


publicado por andre--- às 17:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

Duas vitórias que nos deixam mais tranquilos

DUPLA OPERAÇÃO CONCLUÍDA COM ÊXITO

 

FASE DE APURAMENTO (EURO -2012) - 4ª JORNADA (GRUPO H)

 

ISLÂNDIA - PORTUGAL

 

Não havia margem de manobra, portanto o objectivo era única e exclusivamente só um : vencer os dois jogos. Portugal venceu-os, e concluiu com êxito a dupla operação. Paulo Bento entrou com o pé direito. Viu a selecção vencer os dois jogos e somar os respectivos seis pontos que tanta falta nos faziam, e que nos colocaram na luta pelo apuramento. Paulo Bento soube motivar os jogadores, foi feliz com as apostas que fez, ganhou uma equipa e devolveu um clima de esperança, tranquilidade e harmonia. Foi com o mesmo onze, e pelo mesmo resultado (3-1), que Portugal triunfou num país que esteve nas bocas do mundo nos últimos tempos : a Islândia.

 

Portugal quando entrou em campo tinha a lição bem estuda e sabia melhor que ninguém quais eram os pontos fortes e fracos da selecção nórdica. Defensivamente era e é uma equipa demasiado frágil. O jogo aéreo e a capacidade física dos seus jogadores eram aspectos a ter em conta. Tal como o espírito de equipa, sobretudo nos jogos em casa, onde costumam vender bastante cara a derrota. Na maioria das vezes por um golo de diferença. Com o mesmo onze, e embalados pela última vitória, Portugal entrou a ganhar. Aos três minutos já Cristiano Ronaldo festejava (há muito que não o fazia em dois jogos seguidos com a camisola das quinas) o primeiro golo da noite. Um livre directo cobrado pelo capitão da selecção, colocava Portugal na frente.

 

Aos 17 minutos, na sequência de uma bola parada (pontapé de canto), de onde vinha o maior perigo da equipa da casa, surgiu o golo da igualdade, com muitas culpas para Eduardo, que falhou na abordagem ao lance. Meireles ainda efectuou o corte, mas dá a ideia de que a bola já tinha ultrapassado a linha de golo. Nos últimos quatro jogos Eduardo sofreu sempre golos - o momento do jogador do Génova não é o melhor. Pelo menos ao serviço da selecção. Portugal reagiu bem e colocou-se de novo em vantagem à passagem dos 27 minutos. Um remate do médio do Liverpool, Raul Meireles, de meia distância, apanhou de surpresa o guardião nórdico que nem se fez ao lance.

 

No segundo tempo, e aos 57 minutos, Paulo Bento retirou do jogo Hugo Almeida, bastante apagado, e lançou Héder Postiga (o homem que iria colocar um ponto final no resultado). Minuto 72, o golo da confirmação - Portugal ia mesmo somar duas vitórias em dois jogos, e reentrar na corrida por uma presença no Euro 2012. Ronaldo, mais uma vez, um dos melhores em campo, penetrou pelo lado direito, tirou o cruzamento, o guarda-redes islandês falhou de forma inacreditável, e Héder Postiga apontou um dos golos mais fáceis da sua carreira - limitou-se a empurrar os esférico para dentro das redes. A dupla operação estava concluída. Duas vitórias em dois jogos, os respectivos seis pontos e a reentrada na luta pelo próximo Europeu de futebol !


publicado por andre--- às 17:33
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Outubro de 2010

Estreia triunfal de Paulo Bento

O JOGADOR DO MANCHESTER UNITED FOI DECISIVO

 

FASE DE APURAMENTO (EURO 2012) - 3ª JORNADA (GRUPO H)

 

PORTUGAL - DINAMARCA

 

Paulo Bento, que sucedeu a Carlos Queiroz no comando da selecção nacional, estreou-se com um triunfo por 3-1 frente à selecção nórdica da Dinamarca. Nani foi determinante no primeiro triunfo da selecção das quinas no grupo H da fase de qualificação rumo ao Europeu de 2012. Recorde-se que Portugal já tinha realizado dois encontros nesta fase de apuramento, mas em nenhum deles conseguiu a vitória. Um empate escandaloso com o Chipre e uma derrota diante da modesta Noruega, foi o melhor que Portugal conseguiu nas duas primeiras jornadas. 

 

Com Paulo Bento à frente da selecção, conseguimos finalmente uma vitória. É sempre bom relembrar que foi frente à Dinamarca que perdemos cinco pontos na fase de apuramento para o Mundial 2010 - uma derrota em Alvalade por 3-2, e um empate a um em Copenhaga. Nani foi a grande figura - apontou os dois primeiros golos e ainda assistiu Ronaldo para o três a um final. Grande partida do jogador que foi lançado por Paulo Bento no Sporting. Portugal teve sempre o domínio e o controlo do jogo, mesmo quando a Dinamarca reduziu.

 

Além de Nani, também Fábio Coentrão, João Moutinho e Ronaldo realizaram exibições de encher o olho. A selecção apresentou desde cedo um futebol fluído e sempre direcionado para o ataque. Ficaram desfeitas todas as dúvidas, Paulo Bento decidiu dar continuidade ao 4x3x3 que já faz parte da equipa das quinas. Eduardo mereceu a confiança do técnico português. Coentrão continua de pedra e cal no lado esquerdo da defesa. No lado direito a aposta recaiu no lateral do Sporting, João Pereira, que se estreou como titular.

 

No eixo central, Bento aproveitou para dar a titularidade á dupla do Real Madrid : Pepe/Ricardo Carvalho. Meireles foi o médio mais recuado. Moutinho e Carlos Martins completaram a linha média. Nani, Ronaldo e Hugo Almeida foramaram o tridente ofensivo. Sem ter feito uma grande partida, a selecçao naciona apresentou bom futebol, e jogou o suficiente para vencer a sua primeira partida da fase de qualificação do grupo H e amealhar os primeiros três pontos, que tanta falta nos faziam. Agora é dar continuidade a este triunfo, na próxima terça-feira em Reykjavík, com uma nova vitória, agora sobre a selecção islandesa.


publicado por andre--- às 15:04
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Assim não vamos lá !!

HESITAÇÃO DE EDUARDO FOI FATAL

 

FASE DE APURAMENTO (EURO-2012) - 2ª JORNADA (GRUPO H)

 

NORUEGA - PORTUGAL

 

A selecção nacional é, por estes dias, uma equipa completamente à deriva, sem rumo, irreconhecível. A precisar urgentemente de mudanças. O que se tem vindo a passar nos últimos tempos é completamente inaceitável. É preciso reagir, antes que seja tarde de mais. Ontem, em Oslo, diante da Noruega, a equipa portuguesa confirmou o caos em que está mergulhada. Os noruegueses venceram por 1-0 (nunca nos tinham vencido) com uma ajuda preciosa de Eduardo, guarda-redes do Génova. Este é um dos piores arranques de sempre de Portugal em fases de apuramento. Depois de um empate escandaloso em Guimarães diante do modesto Chipre, seguiu-se uma derrota com a Noruega.

 

Depois de mais um resultado negativo, dificilmente Carlos Queiroz continuará no comando da selecção. Já se fala nos prováveis substitutos. Em lances de fácil resolução, se vislumbra de forma imediata que algo não está bem. E que os problemas do exterior rapidamente se vão apoderando dos jogadores. Eduardo, o mesmo que brilhou intensamente no Mundial africano, complicou num lance que parecia inofensivo. Recebeu o esférico, foi hesitando, até que quando decidiu bater a bola, acabou por pontapeá-la contra John Carew. A bola sobrou para Huseklepp que completamente sozinho, à vontade e com todo o tempo do Mundo, limitou-se a empurrar para dentro das redes portuguesas. Um daqueles lances inacreditáveis.

 

Portugal até tinha entrado bem no jogo. Aos cinco minutos Meireles não foi capaz de inaugurar o marcador. A equipa dominava, como fez em quase todo o jogo. No entanto mostrou-se sempre uma formação desinspirada no último terço. Sobretudo na altura de alvejar a baliza norueguesa. Nani e Quaresma raramente conseguiam ter êxito no um-contra-um. Incompreensível foi também a forma tardia com que a equipa técnica mexeu na equipa. A perder desde os 21 minutos da primeira parte, a primeira substituição sucedeu apenas aos 72 minutos. Na altura Tiago, médio do Atlético de Madrid deu lugar a Danny. A segunda e última troca portuguesa foi realizada aos 83 minutos. Saiu Quaresma e entrou Liedson.

 

A desinspiração era tanta, que raramente Portugal conseguiu criar verdadeiro perigo junto da baliza de Knudsen. Quando assim é, pouco nos serve se dominamos e controlamos um desafio. Convém não esquecer, que os jogadores podem e devem empenhar-se mais com aquela camisola. A maioria deles não se exibe na selecção, da mesma forma que se exibe nos clubes. E esse problema, não é só de agora. Não vamos culpar apenas e só os dirigentes, ou os membros da equipa técnica por este momento desastroso. Por vezes fico com a nítida sensação, que alguns internacionais portugueses vêm à selecção passar umas mini-férias. Vêm descontrair, passar um bom bocado. Quem quiser representar a selecção, deve fazê-lo de corpo e alma.


publicado por andre--- às 17:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Exibição de altíssimo nív...

. Duas vitórias que nos dei...

. Estreia triunfal de Paulo...

. Assim não vamos lá !!

. Chuva de golos em Guimarã...

. Mundial 2010 - O último t...

. Cheirinho a Mundial

. Críticas desnecessárias !...

. Campeonato do Mundo - Por...

. Os eleitos do professor C...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.links

origem
Directorio de Blogs Portugueses
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
online
blogs SAPO

.subscrever feeds