Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

Hulk resolveu à bomba

BRASILEIRO BISOU NA PARTIDA

 

TAÇA DE PORTUGAL - QUARTOS-DE-FINAL

 

PORTO - PINHALNOVENSE

 

Os adeptos mais confiantes poderão dizer que estavam à espera de mais. Os mais realistas dirão que o mais importante era seguir em frente, e foi isso que o Porto de André Villas-Boas acabou por fazer, com maior ou menor dificuldade. Já era de esperar que o Porto em pleno Estádio do Dragão fosse quase (no futebol tudo é possível) de certeza absoluta deixar pelo caminho o representante da Segunda Divisão Zona Sul. O que não se esperava é que os golos que carimbaram o triunfo rumo às meias-finais do detentor e vencedor das últimas duas edições da prova, fossem aparecer tão tarde - o primeiro ao minuto 78, pelo inevitável Hulk. Próprio desfez a duvidas, e bisou em período de descontos.

 

É caso para dizer que o terceiro classificado da Segunda Divisão Zona Sul, teve motivos mais do que suficientes para se orgulhar da sua prestação num dos palcos históricos do futebol português e europeu. Resistir no terreno do líder do escalão máximo do futebol português até ao minuto 78 não é para qualquer equipa. E convém não esquecer que grande parte dos habituais titulares estavam lá todos. Foi de facto uma bela prestação da formação do Pinhal Novo, que chegou a sonhar com a próxima eliminatória. Hulk, o suspeito do costume desfez por completo o sonho dos visitantes, a doze minutos dos noventa, com o remate pleno de intensão bem ao seu estilo. Estava quebrada a resistência do representante do segundo escalão.

 

Apesar da pouca eficácia e da falta de inspiração da equipa azul-e-branca, o Pinhalnovense teve o seu mérito e bateu-se da melhor forma que podia. Nem os próprios acreditariam que podiam que fosse perder por dois golos de diferenças, e que fossem resistir tanto tempo. O Porto claro domínio nos principais aspectos do jogo, mas revelou sempre alguma desconcentração. Ruben Micael não tem a mesma capacidade de Moutinho e Mariano está longe de poder dar à equipa aquilo que ele precisa, pelo menos neste momento - pós regresso.

 

tags:

publicado por andre--- às 17:45
link do post | comentar | favorito
|

Mão cheia

GOLEADA E PASSAGEM AOS QUARTOS-DE-FINAL

 

TAÇA DE PORTUGAL - OITAVOS-DE-FINAL

 

BENFICA - OLHANENSE

 

A partida mal tinha começado e já se falava bastante de um jogador do Olhanense - Jardel. O central canarinho viajou até à capital mas acabou por não jogar (abrindo espaço para Mexer, jogador que pertence aos quadros do Sporting. As partes envolvidas (Benfica, a Traffic, empresa que detinha o passe do jogador, e o Olhanense) acabaram por chegar a um acordo, e o jogador acabou por ficar fora da partida referente aos Oitavos-de-final da Taça de Portugal, em que o Benfica goleou o emblema algarvio por 5-0, com dois golos de Cardozo, além dos tentos de Saviola, Salvio e Luisão. O conjunto de Olhão não conseguiu ser tão competente como costuma ser a nível defensivo, e ao intervalo perdia por 3-0, e estava practicamente arredado da próxima ronda.

 

O triunfo do Benfica não merece obviamente, qualquer tipo de contestação, no entanto, pareceu-me um pouco exagerado. Pode-se dizer que a partida correu de feição à formação de Jorge Jesus, que aproveitou grande parte das ocasiões que criou. Acabou por ter um aproveitamento acima da média e conseguiu desse modo o resultado mais expressivo da época. Este foi, o segundo triunfo diante do Olhanense esta época na Luz. Ainda este mês, as equipas encontrar-se-ão pela terceira vez no mesmo recinto - a última será a contar para a Bwin Cup.

 

O Olhanense portou-se bem nos primeiros 45 minutos. Não discutiu o jogo pelo jogo com a formação encarnada, mas também não estacionou o autocarro em frente à sua baliza. Sempre que pôde tentou alvejar a baliza de Julio César, e conseguiu por algumas vezes colocar em perigo a baliza à guarda do guardião brasileiro. O conjunto de Daúto foi pouco agressivo, foi uma equipa demasiado macia, fez poucas faltas (o Benfica chegou a ter mais que o seu opositor) num largo período algo que também permitiu ao Benfica jogar a seu belo prazer e desenvolver o futebol que mais gosta. Com jogadores em grande forma como Saviola, o Benfica chegou-se rapidamente à frente. No segundo tempo, com receio da goleada, o Olhanense recuou, fechou-se lá atrás, soltou-se menos vez e raramente incomodou o último reduto do Benfica. Destaque para os dois (magníficos) golos do paraguaio Óscar Cardozo. 

tags:

publicado por andre--- às 17:33
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

Saviola e Aimar carimbaram o apuramento

TAÇA DE PORTUGAL

 

BENFICA SEGUE PARA OS OITAVOS

 

BENFICA - BRAGA

 

A Cimeira da NATO impediu que o Benfica - Braga da Taça de Portugal se tivesse realizado mais cedo. Ontem, na Luz, o jogo disputou-se finalmente o Benfica apurou-se para os quartos-de-final ao bater o Braga por 2-0, com dois golos argentinos. O próximos adversário dos encarnados é o Olhanense, que desloca-se à Luz pela segunda vez esta época, onde já havia perdido para o campeonato. E, como não há duas sem três, os algarvios irão voltar para um duelo referente à Taça da Liga.

 

O Benfica - Braga para a Taça de Portugal não foi assim tão diferente do jogo que já tinha colocado frente as duas equipas para um confronto da sétima jornada da Liga Zon Sagres, que também terminou com o triunfo do Benfica, pela margem mínima (1-0). Na minha opinião é uma questão de estilo/estratégia da parte de Domingos Paciência. O Braga é sempre muito contido. Arrisca muito pouco nos jogos grandes que faz fora de portas. A única equipa que fez mais pela vitória foi a da casa.

 

Se Domingos pretende (de certeza que pretende) melhores resultados frente ao Benfica na Luz, tem de adoptar outra postura - tem de arriscar mais. Aquilo que o Braga fez nos 90 minutos de jogo foi muito pouco. Jogou sempre na expectativa como é hábito. Jogos como o de Sevilha acontecem uma vez na vida. Vitória inteiramente justa do Benfica.

tags:

publicado por andre--- às 17:22
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 12 de Dezembro de 2010

Porto segue em frente/Sporting cai no Bonfim

TAÇA DE PORTUGAL - OITAVOS-DE-FINAL

 

VITÓRIA TOMBOU UM DOS CANDIDATOS À VITÓRIA

 

A eliminação do Sporting é, até ao momento, (com apenas dois desafios disputados) a grande surpresa dos oitavos-de-final da competição. No Bonfim, a equipa de Paulo Sérgio foi afastada da prova pelo Vitória, que é comandada por um grande sportinguista - Manuel Fernandes ! Os sadinos tombaram o Sporting depois de uma vitória por 2-1. No estádio do Dragão, o Porto passeou a seu belo prazer. André Villas-Boas aproveitou para lançar jogadores como Kieszek, Sereno e James Rodriguez. O Porto bateu o seu recorde anterior de 34 jogos sem perder, ao vencer o Juventude de Évora por 4-0.

 

PORTO - JUVENTUDE DE ÉVORA

 

Sem os argumentos do Porto, o representante da Segunda Divisão Zona Sul, tentava o impossível no Dragão : eliminar o detentor do troféu e igualar a sua melhor prestação nesta competição. Face ao volume de jogo ofensivo produzido pela equipa da casa, pode-se dizer que o resultado acabou por ser lisonjeiro. O Porto podia muito bem ter arrasado a formação alentejana, tal como aconteceu em 1997, quando venceu por 9-1, com " sete " golos de Mário Jardel (que nesse jogo até começou no banco). 

 

Com Hulk um pouco abaixo daquilo que já nos habituou, a inspiração surgiu do estreante James Rodriguez, que efectuou uma exibição de grande nível - só lhe faltou mesmo o golo. Sem Belluschi, mas com Ruben Micael, o Porto começou cedo a mostrar que não ia facilitar, apesar de estar a defrontar um adversário bem mais inferior.

 

André Villas-Boas alertou os jogadores, e eles corresponderam dentro de campo. Aos 11 minutos já se festejava no relvado do Dragão. A sociedade Rodriguez/Falcao começava a dar os seus frutos. Moutinho apontou o segundo, com que se chegou ao intervalo. Já na segunda parte, Álvaro Pereira e Walter fizeram os restantes. Um dos candidatos já garantiu um lugar no quartos.

 

SETÚBAL - SPORTING

 

Practicamente arredado do título, ainda que Paulo Sérgio não atire a toalha ao chão, a Taça de Portugal era claramente uma das grandes apostas da equipa para conquistar um troféu esta época. Com o afastamento aos pés do Vitória, o leão terá de virar-se agora para a Taça da Liga (já perdeu duas finais), ou para a Liga Europa (um pouco mais complicada). Ney e Zeca fizeram os golos que colocou o Vitória nos Quartos (a duas eliminatória do Jamor, como o seu treinador deseja). Liedson apontou o melhor golo da noite - de nada valeu.

 

Paulo Sérgio foi claramente superado por Manuel Fernandes no duelo táctico. Reagiu tarde (ao contrário de Manuel Fernandes) e decidiu inventar (algo que Manuel Fernandes também nunca fez). Tacticamente foram noventa minutos para esquecer do técnico leonino. Pedro Mendes como central, e Polga no lado esquerdo foram decisões que não lembram a ninguém. Já Manuel Fernandes foi mais inteligente e colocou Zeca na esquerda para travar João Pereira e colocou Ney na zona central do meio campo - trata-se de um jogador musculado. Capaz de superar a batalha do meio campo.

 

O Sporting até entrou melhor. Hélder Postiga tentou alvejar com sucesso a baliza de Diego por duas vezes, mas não foi feliz. O Vitória foi uma equipa matreira, quando atacou, fê-lo sempre com segurança e convicto de que podia causar estragos na defesa contrária. Atacou sempre nos momentos certos e foi eficaz. Aos 34 minutos já vencia por 2-0. O Sporting só conseguiu reduzir aos 76 pelo inevitável Liedson. No entanto o jogo estava mais do que controlado pela equipa da casa, que foi mais eficaz e mais competente que o seu opositor. Uma noite para esquecer de Paulo Sérgio. Reagiu tarde, e quando reagiu, foi mesmo para inventar !

tags:

publicado por andre--- às 14:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hulk resolveu à bomba

. Mão cheia

. Saviola e Aimar carimbar...

. Porto segue em frente/Spo...

. A festa da Taça

. Yannick colocou o Sportin...

. Oportunismo de Falcao evi...

. A festa da Taça

. Grandes seguem em frente ...

. Festa azul-e-branca no Ja...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.links

origem
Directorio de Blogs Portugueses
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
online
blogs SAPO

.subscrever feeds