Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Mariano abriu caminho

Quem diria, que o campeão nacional Porto, iria ter dificuldades para vencer no Dragão a Académica, lanterna vermelha da Liga, por 3-2. A dupla Argentina Mariano/Farias foi determinante. Nem Falcao, nem Hulk. Foi Mariano, o mal amado, quem abriu caminho ao triunfo portista. Depois surgiu Farias, que sentenciou o desafio com um bis. Mariano além de ter marcado o primeiro da noite, ainda assistiu el tecla para o segundo. A vitória diante dos estudantes, permitiu ao Porto igualar o Benfica (joga hoje) no segundo lugar na tabela classificativa com 19 pontos, menos três que o líder Sporting de Braga.

 

Quem não estivesse atento ao que se passa no futebol Português e, que por ventura tivesse assistido ao jogo, quase de certeza que não diria, que a equipa que vestia de negro, ocupava e ocupa a última posição da Liga Sagres. A Académica que é agora liderada por André Villas boas, apresentou-se em bom plano no Dragão. Não deslumbrou, mas bateu-se bem e, lutou pelo resultado até aos últimos instantes da partida. Os primeiros 45 minutos foram equilibrados. Nenhuma das duas formações conseguiu construir qualquer situação de golo. Só no segundo tempo é que os sectores ofensivos de uma e outra equipa mostraram credenciais.

 

A boa organização defensiva dos estudantes, merece ser destacada, apesar da briosa ter encaixado 3 golos. Só aos 65 minutos, já com el tecla em campo, tinha rendido Rodriguez, é que os dragões conseguiram ultrapassar a muralha defensiva da Académica. Mariano na sequência de um pontapé de canto inaugurou o marcador de cabeça. Três minutos depois, o 2-0 por Farias. Mariano na assistência. Jesualdo Ferreira a mostrar o porquê de ter tirado Rodriguez e não Mariano, como queriam os adeptos certamente.

 

A Académica reduziu por Miguel Pedro. Grande golo do jogador Português. Aos 82 Farias bisou e colocou um ponto final no vencedor do jogo. Os estudantes voltaram a marcar e reduziram para 3-2, por Sougou. Bom jogo da briosa. Não se limitou a defender, jogou tentou sempre jogar ao primeiro toque, futebol apoiado. Tacticamente também teve um bom desempenho. O Porto só acordou quando Farias entrou em campo e quando Mariano passou de médio interior para médio ala. Já os estudantes mostraram que afinal têm mais valor que aquilo que se pensa. André Villas Boas em apenas dois jogos, já mostrou serviço.

tags:

publicado por andre--- às 17:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds