Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

O leão também seguiu em frente na Liga Europa

O Sporting não foi além de um empate a um golo em Alvalade na recepção aos Holandeses do Heerenveen. Ponto esse, que foi suficiente para os leões seguirem em frente na prova, rumo aos 16 avos-de-final da prova. Além do apuramento, também seguraram o primeiro lugar do grupo D. Grimi marcou o golo do empate já nos descontos. O Hertha venceu na Letónia o Ventspils, e entrou na corrida pelo segundo lugar.

 

Mais complicada era a situação do Nacional da Madeira. Que tinha de vencer na Alemanha o Werder Bremen e esperar que o Athletic de Bilbao perdesse na Áustria. Os insulares perderam por 4-1 e a formação espanhola venceu por 2-0. Chegou assim ao fim a aventura da equipa Madeirense nesta Liga Europa. Resta-lhes apenas tentar vencer na última jornada o Áustria de Viena na Choupana.

 

O Nacional ainda se bateu de forma razoável na segunda metade, mas por essa altura já perdia por 2-0. No primeiro tempo, mesmo sem ter feito uma grande primeira parte, o Werder alcançou uma vantagem confortável com um bis de Rosenberg. Muitas facilidades da defensiva portuguesa. Sobretudo no segundo golo.

 

Na segunda parte os insulares ainda reduziram por intermédio de Rúben Micael, com um belo golo de livre. Terceiro golo na prova. Um dos poucos jogadores da equipa que se tem destacado na competição. O Bremen voltou à carga e marcou mais duas vezes. Aos 84 e aos 90 minutos. Moreno e Marim restabeleceram o resultado final. Pesado, diga-se de passagem. O Nacional está fora da Liga Europa.

Em Alvalade, com uma das piores casas da temporada, o Sporting voltou a ter uma daquelas exibições a que nos foi habituando este temporada. A equipa seguiu em frente, mas não convenceu ninguém. O mínimo que se pedia era um triunfo diante o Heerenveen. Depois de uma boa prestação no derby, nada fazia prever que a equipa voltasse a ter grandes dificuldades frente a um adversário mais que acessível.

 

Um empate para além dos 90 minutos colocou a equipa de Carvalhal nos 16 avos-de-final. No entanto esperava-se muito mais de Sporting ontem há noite. O mais preocupante é que os leões continuam sem vencer. Curiosas foram também as declarações do internacional Português Liedson no final do encontro. Ao dizer que é “melhor estar um tempo sem jogar” e que está a ser “difícil” adaptar-se à táctica de Carlos Carvalhal. O encontro ficou ainda marcado pela regresso de Izmailov.

tags:

publicado por andre--- às 17:45
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds