Sábado, 27 de Março de 2010

O leão deixou-se surpreender na ponta final

Poucos esperariam que o encontro de ontem entre o Marítimo e o Sporting tivesse um vencedor. Isto, porque a dez minutos do final da partida, o marcador assinalava um empate a uma bola e o encontro parecia estar destinado ao empate. No banco de suplentes de uma e outra equipa, saltaram os protagonistas da vitória por 3-2 da equipa insular. O Sporting deixou-se assim surpreender na recta final do jogo. A interessante segunda parte do conjunto de Van Der Gaag, justificou o triunfo diante do Sporting de Carvalhal.

 

Um dos protagonistas deste desafio foi o Francês Pongolle, que se estreou a marcar pelo Sporting. Mas antes de marcar o segundo golo da equipa leonina, fez um auto-golo. Pitbull, deu a machadada final ao apontar o terceiro da formação madeirense. Foi já no último minuto de jogo que o atacante francês do Sporting marcou o seu primeiro golo (de grande penalidade) de leão ao peito. Golo insuficiente. O Sporting voltava a perder sete jogos depois. O Guimarães que é quinto classificado pode encurtar a distância para a formação de Alvalade. Os dois primeiros golos da partida foram apontados por Tchô e João Pereira.

 

Privado de dois dos jogadores mais importantes do plantel, Veloso e Moutinho, ambos castigados, os leões sentiram sempre grandes dificuldades no transporte de bola. Na ligação meio campo/ataque. A juntar a isso, também o russo Izmailov ficou de fora por opção técnica, visto que tinha sido convocado para o jogo da Madeira. Pedro Mendes e Adrien formaram a dupla do miolo. Destaque para a dupla de brasileiros que veio reforçar o Marítimo na reabertura do mercado de inverno. Tchô e Rafael Miranda, dois dos melhores jogadores em campo. Tchô acabou mesmo por ser feliz na sua estreia ao apontar o primeiro golo da noite (em posição irregular).

 

Foi por intermédio de Liedson e devido a um erro adversário, que o Sporting chegou à igualdade. Liedson deu início à jogada do golo apontado por João Pereira, depois de uma assistência de Yannick. No segundo tempo a equipa da casa conseguiu ser quase sempre mais atrevida e sobretudo mais perigosa. O empenho do segundo tempo acabou por premiar os da casa. Os últimos dez minutos foram diabólicos para o Sporting.

tags:

publicado por andre--- às 15:00
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Balakov10 a 29 de Março de 2010 às 16:11
O Carvalhal inventou e deu-se mal. Matias e Vukcevic no banco não faz sentido...

http://aoutravisao.wordpress.com/


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds