Sexta-feira, 2 de Abril de 2010

Por decidir

LIGA EUROPA - 1ª MÃO DOS QUARTOS-DE-FINAL

 

BENFICA - LIVERPOOL

 

O Benfica venceu ontem na Luz o Liverpool por 2-1, em jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa, com um bis de Oscar Cardozo, depois de ter estado em desvantagem. Os ingleses marcaram bem cedo. O central dinamarquês Agger, colocou os " reds " em vantagem na sequência de um lance de bola parada, concluído com um gesto técnico de qualidade. Um toque de calcanhar que Júlio César não foi capaz de impedir logo aos nove minutos de jogo. O Benfica só respondeu na segunda metade, com dois golos do segundo melhor marcador da prova. O paraguaio Cardozo, transformou duas grandes penalidades em golo, deixando assim, o Benfica em vantagem na eliminatória. Jogo que se vai disputar em Anfield, já na próxima semana.

 

A estratégia da formação inglesa orientada pelo espanhol Rafael Benítez, ficou comprometida à meia hora de jogo, com a expulsão (injusta) do jogador holandês Ryan Babel. O árbitro sueco precipitou-se e expulsou o atacante da equipa visitante, depois de este ter tocado a cara de Luisão com a mão por duas vezes. Se antes deste lance, e com onze contra onze, o Liverpool já vinha arriscando muito pouco, a partir do momento em que se viu em desvantagem numérica, a formação da terra dos " Beatles ", recuou ainda mais, deixando só lá na frente, o sempre perigoso Fernando Torres, ponta-de-lança internacional espanhol. O Benfica ia para o intervalo em vantagem numérica, mas a perder por 1-0, por culpa própria. Oportunidades não faltaram nos primeiros 45 minutos.

 

O segundo tempo iniciou-se com a procura do Benfica pelo golo que restabelecesse a igualdade no marcador. Sem Saviola (lesionado), que foi rendido por Aimar, o Benfica ia desperdiçando ocasiões, atrás de ocasiões. Cardozo foi o mais perdulário. Ainda assim, foi do seu portentoso pé esquerdo, que saíram os dois remates que só pararam dentro da baliza do espanhol (Reina). O sul americano transformou em golo duas grandes penalidades. Depois de ter desperdiçado quatro já este época na Liga Sagres. Vitória importante dos encarnados, que lhes permite entrar em Anfield em vantagem na eliminatória, sabendo que o segundo jogo será tudo menos fácil. Marcar em Liverpool, terá de ser um dos objectivos primários do conjunto de Jorge Jesus.

 

Apesar de não estar a passar uma das duas melhores fases, o Liverpool é sempre uma equipa a ter em conta. Mas, ontem, não demonstrou ser superior à formação portuguesa. E, esperava-se mais de uma equipa que conta com jogadores de classe mundial no seu plantel. Em 90 minutos de jogo, o Liverpool não arriscou nada, mesmo antes da expulsão. Foi sempre uma equipa contida. Tentou controlar o jogo (não conseguiu), e quem sabe, aproveitar um lance individual de uma dos seus elementos mais perigosos. Essa estratégia não resultou por pouco. Já na segunda metade, com o desafio empatado, surgiu cara-a-cara com Júlio César, mas desperdiçou de forma escandalosa o segundo golo. O remate do espanhol saiu ao lado do poste direito da baliza do guarda-redes brasileiro. O homem golo dos " reds " não costuma facilitar naquele tipo de jogada.

 

O árbitro sueco acabou por errar para os dois lados. Errou na expulsão do jogador holandês, e também errou em dois lances que ocorreram dentro da grande área da equipa inglesa, que não foram punidos com duas grandes penalidades, mas deviam. Pelo menos um deles é evidente. Cardozo acaba por sofrer falta do dinamarquês Agger. O outro é bem mais discutido. Carragher que já havia cometido a segunda grande penalidade, ao interceptar um cruzamento de Di Maria, tocou a bola com o braço dentro da sua grande área. Lance que deixou muitas dúvidas.

 

O Resultado final acaba por ser justo. O Benfica mesmo em desvantagem nunca baixou os braços, não acusou o golo, e esteve quase sempre por cima dos acontecimentos. Foi a equipa que mais atacou e teve o maior número de ocasiões para marcar. Pouco se viu deste Liverpool, que se quiser seguir em frente, terá de fazer muito, mas muito mais. Se calhar, por tudo o que as duas equipas fizeram, o resultado até foi lisonjeiro para a equipa de Benítez. O sonho do Benfica continua vivo. Em Anfield, os encarnados terão mais uma prova de fogo. É já na próxima semana. 

tags:

publicado por andre--- às 16:10
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Balakov10 a 3 de Abril de 2010 às 16:05
Faltou um terceiro golo e, sinceramente, bastava o Cardozo não ter tado tão perdulário e o Benfica tinha feito esse golo...


De Balakov10 a 3 de Abril de 2010 às 16:05
http://aoutravisao.wordpress.com


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds