Sexta-feira, 9 de Abril de 2010

Sonho europeu terminou em Anfield

LIGA EUROPA - 2ª MÃO DOS QUARTOS-DE-FINAL

 

LIVERPOOL - BENFICA

 

 O Benfica despediu-se ontem à noite da Liga Europa ao perder por 4-1, em Anfield Road diante do Liverpool, no jogo da segunda mão dos quartos-de-final da competição. Depois de um triunfo em Lisboa por 2-1, que abria boas perspectivas rumo às meias-finais, os encarnados não foram capazes de segurar a vantagem no derradeiro e decisivo jogo, e ficaram pelo caminho. Terminava ali o sonho europeu do Benfica. 

 

O espanhol Fernando Torres, atacante da formação inglesa, foi carrasco do Benfica, ao bisar no segundo tempo do encontro. O Benfica sofria assim a derrota mais pesada da época. Kuyt e Lucas marcaram os dois primeiros da formação da casa. Cardozo, ainda reduziu para 3-1, a vinte minutos do final. Tento que dava algum alento à equipa portuguesa. Mas, aos 82 minutos, Torres viria a colocar um ponto final no sonho encarnado, ao marcar o quarto golo da sua equipa, já com o guarda-redes Moreira (havia substituído o lesionado Júlio César) em campo.

 

O brasileiro Júlio César, guarda-redes recrutado ao Belenenses pela equipa da Luz, uma das apostas de Jorge Jesus, teve em Liverpool, uma das piores noites da sua carreira, além de ser ter lesionado, e ter sido obrigado a deixar o encontro, ficou muito mal na fotografia. Quem assistiu ao duelo entre as duas equipas, fica com a nítida sensação de que, aquele que era o habitual titular nesta prova europeia, podia e devia ter feito muito mais nos lances que deram os dois primeiro golos aos da casa.

 

No primeiro, um dos fiscais de linha ainda levantou a bandeira, por suposta falta do jogador Holandês, mas o golo viria a ser validado (e bem). Não existe qualquer falta sobre o guardião encarnado. Já no golo de Lucas, lance mais complicado, o guarda-redes brasileiro pecou no tempo de saída. Hesitou, e quando se fez ao lance foi batido pelo médio canarinho. Noite azarada para Júlio César.

 

Jorge Jesus como já tinha dado a entender no último jogo do campeonato, na Figueira da Foz, apostou em David Luiz para o lado esquerdo da defesa e deixou Fábio Coentrão no banco. No lado direito, Maxi Pereira também foi rendido por Ruben Amorim. Luisão fez dupla com Sidnei no eixo defensivo. O meio campo e o ataque foram idênticos ao jogo da primeira mão na Luz.

 

Sem ter feito um grande jogo, o Liverpool foi uma equipa matreira. Mais experiente. Empurrada pelo ambiente frenético de Anfield, chegou ao golo (27 minutos) numa altura em que o Benfica até parecia ter as operações controladas. Um pontapé de canto batido na esquerda do ataque inglês por Gerrard, foi o mote para mais uma noite vitoriosa dos " reds ". Kuyt abria o marcador perante um Júlio César muito pouco esclarecido na hora de afastar o esférico daquele raio de acção. Antes do golo, o Benfica até vinha conseguido o mais importante : a posse de bola. Ia guardando, escondendo a bola do seu adversário, e até se ia aventurando no ataque.

 

O segundo golo foi através de um lance de contra-ataque (o primeiro de três). Passe de ruptura para a zona central a deixar o médio brasileiro Lucas (vai-se afirmando cada vez mais na equipa) isolado e este, só com Júlio César pela frente, deixou-o fora do lance, e fazia o dois a zero. O Liverpool ia em vantagem para o intervalo.

 

O Benfica sofria dois golos nos primeiros 45 minutos, depois de um bom começo. Tudo se complicou ainda mais aos 59 minutos. Num contra-ataque (mais um) perfeito do Liverpool concluído à boca da baliza do Torres. O contra golpe da equipa inglesa nascia num canto dos encarnados. Kuyt com um belo trabalho na direita, assistia o espanhol para o terceiro da noite. Tudo se complicava ainda mais. O Benfica precisava agora de marcar por duas vezes.

 

Aos 70 minutos, com kardec em campo e, ainda com vinte por jogar, Cardozo dava alguma esperança aos benfiquistas, na sequência de um livre directo. O paraguaio reduzia para 3-1. Pouco depois, e quase na mesma zona, Cardozo ficou muito perto do seu segundo golo em Anfield. A bola passou muito perto do poste direito. Dando inclusive, a sensação de golo. Não marcava Cardozo, marcava Torres. Bisava em mais uma jogada de conta-ataque, e colocava um ponto final na eliminatória.

 

Foi uma eliminatória equilibrada. Na Luz o Benfica foi superior. Ontem, em Anfield, mandou a equipa da casa. A única diferença esteve na eficácia. O Benfica podia ter marcador mais de dois golos na Luz, não foi tão eficaz e ficou pelo caminho. Apesar do resultado ter sido um pouco exagerado, tendo em conta o que se passou, o Liverpool foi um justo vencedor. Nas meias-finais terá pela frente o Atlético de Madrid, que não foi além de um empate a zero em Madrid. Vantagem nos golos marcados na primeira mão em Valência.

 

Na minha opinião, o Benfica não caiu em Liverpool pelas alterações efectuadas no sector defensivo pelo seu treinador. Mas sim, pela forma irrepreensível como o Liverpool conseguiu contra atacar. Os últimos três golos foram conseguidos no contra golpe. Nesse aspecto a equipa de Benítez foi terrível na forma como desenhou as três jogadas. A juntar a isso, a péssima noite de Júlio César. No computo geral, o Liverpool acabou por ter sido uma equipa bem mais forte na segunda mão, e venceu com toda a justiça. O Benfica acabou por fazer uma bela prova !!!

tags:

publicado por andre--- às 17:32
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Paulo Silva a 11 de Abril de 2010 às 14:30
Blog porreiro e bem estruturado!

Se quiseres da uma vista de olhos no meu:

http://portuguesesnoestrangeiro.wordpress.com/

Se houver interesse podemos fazer uma troca de links!


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds