Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Vitória expressiva coloca dragão no Jamor

TAÇA DE PORTUGAL - 2ª MÃO DAS MEIAS-FINAIS

 

PORTO - RIO AVE

 

A eliminatória entre o Porto e o Rio Ave estava praticamente decidida. O jogo da primeira mão em Vila do Conde, ganho pelo Porto (3-1), tinha resolvido quase por completo o destino das duas equipas na prova. Ainda assim, o Porto fez questão de fazer o pleno diante dos vila-condenses, e bateu a equipa de Carlos Brito mais uma vez (a quarta esta época). Ontem de forma expressiva (4-0). Nos primeiros 45 minutos, o jogo foi uma espécie de treino para a formação da casa. Enquanto que a segunda metade foi um pouco diferente. O jogo marcou ainda a estreia do lateral esquerdo portista Addy.

 

No Dragão, até foram os visitantes que entraram melhor no encontro. Só que na segunda parte as entradas de Hulk e Falcao agitaram o jogo, e o Rio Ave acabou goleado. O Desportivo de Chaves, primeira equipa a alcançar a final da prova versão 09/10, de forma surpreendente (ao eliminar a Naval), ficava a assim a conhecer o seu adversário na Final do Jamor. Belluschi, Guarín, Ruben Micael e Falcao apontaram os golos. Ernesto Farías, que jogou de início, ainda desperdiçou uma grande penalidade na primeira parte.

 

Em clara desvantagem na eliminatória, o Rio Ave sabia que a sua tarefa não era impossível, mas era demasiado complicada. Mesmo jogando frente a uma equipa que tinha algumas ausências de peso. Jogadores como Helton ou Rolando tinham ficado de fora. Hulk e Falcao começavam no banco. O Rio Ave só tinha uma solução, era tentar dar a volta à eliminatória. Com uma equipa a meio gás e em jeito de treino, o Porto viu o Rio Ave entrar forte e decidido no jogo. Os pupilos de Carlos Brito até podiam ter marcado nos minutos iniciais. As investidas de Sidnei, Bruno Gama e Nelson Oliveira deixaram várias vezes a defensiva azul-e-branca em sobressalto. No entanto, nunca passaram disso.

 

Pode-se dizer que nos primeiros 20 minutos, o dominio do jogo pertenceu aos visitantes, muito por culpa da irreverência do seu tridente ofensivo. Até que aos 21 minutos, o Porto adiantou-se no marcador contra a corrente do jogo. Belluschi na sequência de um livre directo, marcou um golo de belo efeito. Sem hipótese de defesa para Carlos. Depois do golo, quem assistia ao jogo, deve-se ter lembrado imediatamente da tal velha máxima : quem não marca sofre !!! Tal e qual no Porto - Rio Ave.

 

Depois do golo da vantagem, mais duas ocasiões flagrantes para o dragão aumentar a vantagem. Primeiro por intermédio de Orlando Sá. Logo depois, foi Farías que não foi capaz de transformar em golo uma grande penalidade. Permitindo a Carlos efectuar uma boa defesa. Os vila-condenses nunca baixaram os braços, procuraram sempre a baliza de Beto. Mas pecaram na hora da finalização. No segundo tempo, com as entradas de Hulk e Falcao, o Porto conseguiu maior domínio e acabou por aumentar a vantagem de forma significativa.

 

A dez minutos do final, o Dragão assistiu a mais um golo. E que golo. Remate de Guarín, bem ao seu estilo. Aos 86, o madeirense Ruben Micael também inscreveu o seu nome na lista dos marcadores. Em cima do apito final, Falcao apontou o seu golo da ordem. Valeri serviu, e o colombiano (considerado o avançado da década na Colômbia) cabeceou de forma certeira. O Porto vencia o jogo por 4-0, a eliminatória por 7-1 no conjunto das duas mãos e alcançava a terceira presença consecutiva no Jamor. O Desportivo de Chaves é o próximo opositor na prova.Final a realizar em Maio.

tags:

publicado por andre--- às 17:33
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Mattos a 16 de Abril de 2010 às 20:25
Realmente Pinto da Costa tem razão, não ganharam o campeonato dos túneis , mas ganharam o da fruta e agora vão distribui-la para o Jamor.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds