Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

O resultado superou a exibição

No jogo de ontem, os avançados ficaram em branco e, teve de ser um defesa a marcar o golo (que rendeu três pontos). Mais uma vez de bola parada, tal como na Dinamarca. Portugal venceu e, subiu ao terceiro lugar do grupo 1 da fase de qualificação. Porém, continua a depender de terceiros para chegar até ao Mundial da África do Sul.

 

Um golo apontado por Pepe, na sequênçia de um Pontapé livre cobrado por Deco, logo nos instantes iniciais do encontro (dez minutos), chegou para Portugal vencer os Húngaros em Budapeste e, conquistar mais três pontos, que eram de extrema importância. A exibição da equipa orientada por Carlos Queiroz foi uma das piores dos ultimos tempos e, uma das piores com o técnico à frente da selecção.  

 

Só a vitória interessava, mais nenhum outro resultado servia para as aspirações da selecção das quinas, que ainda assim continua a ter pela frente um tarefa complicada, mas não impossivel. Quem assistiu ao jogo de ontem, tem de concordar quando se diz que o resultado foi melhor que a exibição. Portugal venceu por 1-0 na Húngria, mas de forma sofrivel e, sem ter convencido. Esperava-se mais do conjunto de Carlos Queiroz, até porque pela frente estava a Húngria, que já não conta com os argumentos de outros tempos (década de 50).

 

No desafio de ontem à noite, Carlos Queiroz, fez apenas uma alteração no onze inicial. Simão deu lugar a Liedson. A equipa voltou a jogar em losango, mas o resultado foi totalmente diferente do jogo de Copenhaga. Um exibição menos conseguida, brindada com pouquíssimas ocasiões de golo. Por vezes é bem melhor jogar mal, criar poucas situações de golo, mas fazer golo na primeira vez que se vai à baliza adversária e vencer o jogo. Foi o que a selecção fez.

 

Como disse e bem, a Imprensa Húngara, o encontro foi de fraca qualidade. Foi um desafio mau, pobre e bastante feio. Foi uma autêntica batalha. Mas também é preciso dizer que a equipa da casa, muito pouco ou quase nada fêz, para tentar conquistar os três pontos. Jogou quase sempre na expectativa, à espera do erro e do espaço que Portugal deixava. O irrequieto Dzsudzsák, jogador do PSV, foi sempre o mais inconformado. Claramente o melhor jogador desta selecção. A Húngria apesar de não ter tanta ou mais qualidade que Portugal, jogava em casa e podia ter feito mais. Mas não, revelou-se sempre uma formação matreira, criou um ou outro lance de ligeiro perigo, mas nada de mais.

 

Ao contrário da selecção nacional, que pegou desde cedo no jogo e, ao longo dos 90 minutos teve sempre mais iniciativa. A Húngria nem quando se viu em desvantagem ousou arriscar alguma coisa. Erwin Koeman seleccionador Húngaro, foi acusado pela imprenda de ter apostado num estilo demasiado defensivo. As duas selecções voltam a encontrar-se já no próximo mês no estádio da luz, numa jornada, a penúltima, que pode muito bem ser decisiva.

 

Ainda no grupo de Portugal, a Suécia voltou a ser bafejada pela sorte. Voltou a vencer mesmo sobre o final. Um auto golo da equipa da casa, Malta, chegou para os Suecos somarem mais três pontos. Já a Dinamarca não conseguiu melhor que um empate a um golo na Albânia. Na próxima jornada defrontam-se os dois primeiros do grupo : Dinamarca e Suécia.

 

OS PRINCIPAIS DESTAQUES DA JORNADA

 

O número de selecções apuradas para o Mundial de 2010 aumentou para onze. Espanha, Inglaterra e Paraguai, foram os grandes destaques da ronda. Garantiram uma presença na África do Sul e, juntaram-se a Selecções como : África do Sul (anfitrião), Gana, Brasil, Austrália, Japão, Coreia do Norte, Rep. Coreia e Holanda.

 

Ingleses, Espanhóis e Holandeses, continuam 100% vitoriosos. Oito triunfos em outros tantos jogos. A Holanda já qualificada, foi vencer por 1-0 na deslocação à Escócia. A Inglaterra bateu a Croácia em Wembley por 5-1. Enquanto, que a Espanha, venceu a Estónia por 3-0.

 

Na zona Sul Americana, o Equador e o Paraguai complicaram as contas da Argentina de Maradona. A jogar em casa os Paraguaios venceram a equipa das Pampas por 1-0 e, esta caiu para a quinta posição. A queda na tabela classificativa e as últimas duas derrotas vieram aumentar a contestação ao técnico Argentino, Maradona. O Equador venceu na Bolívia por 3-1 e subiu ao terceiro lugar. Isto tudo quando faltam apenas dois jogos para terminar a fase de qualificação.

tags:

publicado por andre--- às 17:34
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De João Almeida a 11 de Setembro de 2009 às 10:54
Falta menos de uma semana para terminar o prazo do passatempo "Liga do Sábio"...

Joga já!

www.futebolodesportorei.blogspot.com


De em intervalo a 12 de Setembro de 2009 às 00:12
veja em http://emintervalo.blogspot.com/

saudações da equipa emintervalo


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desertor - com ou sem raz...

. Witsel é um luxo

. Um olhar sobre os candida...

. Fará Luisão assim tanta f...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Liga Europa - O adversári...

. Um ponto final na maldiçã...

. Liverpool no caminho do B...

. Só resta a Taça da Liga

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds