Sábado, 2 de Janeiro de 2010

O excesso de brasileiros no Benfica

Dizer que não tenho, nem nunca tive, nada contra os jogadores brasileiros. Muito pelo contrário, admiro como ninguém o futebol daquele país. É de lá que saem alguns dos melhores do planeta. São jogadores brilhantes. Nunca imaginei o futebol sem jogadores como : o Ronaldo (fenómeno) ; Ronaldinho ; Robinho ; Romário, entre outros, foram ou são tantos !!!

 

Se tivermos em conta a qualidade/preço, o mercado brasileiro torna-se quase indispensável para os clubes do nosso futebol. Principalmente para os clube mais pequenos. No entanto, penso que os chamados " três grandes " deveriam apostar mais noutros mercados, como : o nórdico e o de leste.

 

Em tempos, chegaram ao futebol português bons valores vindos desses países. Jogadores que deixaram a sua marca, que fizeram história nos relvados portugueses. Infelizmente, esse hábito foi-se perdendo. Os clubes passaram a apostar mais no mercado sul americano e deixaram de lado o europeu. O argentino tem sido a grande tendência nos últimos anos. Porém, o brasileiro continua a liderar as preferencias dos clubes em Portugal.

 

Apenas uma equipa consegue bater o clube da Luz em número de jogadores brasileiros no seu plantel. É o Marítimo, que conta com 13, face aos 12 do plantel ás ordens de Jorge Jesus. É provável que até ao fecho das inscrições saiam alguns deles. Pois o plantel deverá diminuir. Conta com mais de 30 atletas. Mas, por enquanto, o número de canarinhos que ajuda a compor o conjunto do Benfica é assinalável. Já o líder Sporting de Braga, conta com igual número de brasileiros no seu plantel : cerca de 12 também.

 

Antes do mercador de inverno, Jorge Jesus tinha à sua disposição cerca de 8 brasileiros, mas, com a reabertura do mercado, chegaram mais três : Airton, Kardec e Éder Luís. Pelo meio Felipe Bastos que se encontrava emprestado ao Belenenses, foi dispensado pelo clube lisboeta e regressou à Luz.

 

Niguém dúvida da qualidade dos jogadores brasileiros. Mas, como em qualquer nacionalidade, existem bons e maus jogadores. E, a vinda de um jogador canarinho é sempre uma grande incógnita. Na maioria das vezes o jogador brasileiro demonstra alguma dificuldade na adaptação ao nosso futebol, ao futebol europeu. E percebe-se bem porquê. É outro tipo de futebol : mais rápido ; mais táctico e sobretudo mais fisico. Alguns correspondem de imediado a esta nova realidade, outros nem tanto.

 

O que eu pergunto é : porque não apostar mais no mercado europeu ou até no africano ?! Principalmente os clubes grandes, que têm maior capacidade financeira. Por vezes investe-se demasiado em jogadores brasileiros que mais tarde não correspondem ás expectativas. Os países nórdicos e de leste têm bons valores. Tal como os países do continente africano. Continuo a achar que se investe e aposta em demasia nos brasileiros. Na maioria das vezes não compensa !!!

tags:

publicado por andre--- às 16:34
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O excesso de brasileiros ...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds