Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Os Rivais da capital vencem de novo

Benfica e Sporting, não quiseram deixar fugir a equipa de Jesualdo Ferreira e, também venceram no fecho da quarta jornada. Ronda que ainda ficou marcada pelo triunfo do Sporting de Braga, na Madeira, frente ao Maritimo. Resultado que permitiu aos Minhotos, continuarem isolados no topo da classificação. No Restelo, os encarnados golearam o Belenenses por 4-0. Já o Sporting venceu em Alvalade o Paços de Ferreira por 1-0.

 

Depois da goleada frente ao Setúbal na jornada passada, o Benfica voltou a vencer com números bem tranquilos. Quatro golos sem resposta. Saviola, Cardozo, Javi Garcia e Ramires, apontaram os golos do conjunto de Jorge Jesus. Os encarnados já não venciam no restelo há dois anos.

 

Foi um desafio que juntou velhos conhecidos, no lado do benfica : Julio Cesar, Amorim, César Peixoto, Weldon e Jorge Jesus, regressaram a uma casa que bem conhecem. No lado dos azuis do restelo, Fellipe Bastos e Adu, emprestados pela equipa da luz reencontraram os seus companheiros. O jogador Brasileiro foi convocado, o Norte Americano ficou de fora. Jorge Jesus deixou no banco Shaffer e apostou em César Peixoto. A única mexida em relação ao úlltimo jogo.

 

Boa assistência no Restelo, estádio practicamente cheio, para ver o clássico. O inicio de jogo ficou marcado pelo " golo magistral " do Argentino Saviola. Decorria o minuto seis, quando o El conejo arrancou desde o meio campo e só parou quando introduziu a bola na baliza de Nélson. Momento de pura magia oferecido pelo jogador sul americano. Nélson ainda defendeu o primeiro remate, mas na recarga o avançado que já actuou em Espanha não desperdiçou e, colocou a sua equipa em vantagem. O Belenenses tentou sempre reagir, mas o benfica mostrou-se sempre uma equipa confiante, moralizada e sobretudo mais forte.

 

Na segunda metade os encarnados aproveitaram o dominio e marcaram por mais 3 vezes. Como já tinha feito questão de referir, este Benfica tem se mostrado uma equipa forte nos lances de bola parada. Garcia e Ramires vão se tormando cada vez mais influentes na estrutura de Jorge jesus e, até marcam golos. Ramires já leva 3 em 4 jogos, números interessantes para um jogador da sua posição. O médio Espanhol também já marcou por duas vezes na Liga. Polémica foi a arbitragem de Olegário Benquerença. Ficaram algumas dúvias nos lançes do segundo e quarto golo. O Benfica venceu e igualou o Porto no segundo lugar com 10 pontos. Os 14 golos conferem aos pupilos de Jorge Jesus o melhor ataque da prova.

 

Em Alvalade, o Sporting voltou a vencer e, mais uma vez foi Liedson a resolver quando o jogo já se aproximava do seu final. Um cabeceamento do levezinho como há muito nos habituou, garantiu os três pontos. Esta foi a segunda vitória da Liga, a segunda da época e a primeira em Alvalade.

 

Pedro Silva ficou de fora, tal como Polga, a contas com uma lesão. Abel voltou ao lado direito da defesa. Tonel apareceu pela primeira vez esta época como titular. Angulo estreou-se com a camisola do Sporting, Yannick manteve a titularidade e, Vukcevic também inciou o encontro como titular. Várias as mudanças e Paulo Bento na recepção ao Paços de Ferreira.

 

Os primeiros 45 minutos foram fracos a nível de qualidade. A primeira ocasião de golo do encontro, a melhor da primeira metade, até pertenceu aos visitantes. O lance nasceu num erro infantil de André Marques no lado esquerdo da defesa leonina, só que Cristiano não aproveitou e permitiu a defesa a Rui Patrício. O primeiro tempo foi sempre equilibrado. O Sporting a ter grandes dificuldades para rômper a teia montada por Paulo Sergio.

 

No segundo tempo a qualidade do jogo melhorou claramente, mas sempre com um Paços muito seguro defensivamente. O Sporting também cresceu com as entradas de Fernandez e Postiga. Criava algum perigo, mas não dispunha de grandes oportunidades de golo. Só que no único lance em que os defesas visitantes falharam, Liedson não perduou e marcou o golo que salvou a equipa de mais um empate caseiro. Falha de marcação dos centrais da formação da Mata Real, que permitiu ao Ponta de lança da selecção nacional marcar o segundo golo na Liga 09/10 e o 100 º no campeonato Português.

 

O Paços de Ferreira continua sem conhecer o sabor da vitória na Liga desta época. três empate e uma derrota. Na próxima ronda recebe uma das sensações do campeonato : o Rio Ave de Carlos Brito.

 

tags:

publicado por andre--- às 17:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os Rivais da capital venc...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

origem
SAPO Blogs

.subscrever feeds